close

FUNDAÇÃO DE SERRALVES INSPIRA COLEÇÃO DE JOALHARIA
22 Junho 2017

Portuguese Jewellery Serralves Special Edition

A AORP – Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal e a Fundação de Serralves apresentaram uma coleção exclusiva de joalharia inspirada nos traços, texturas e padrões encontrados no Museu e na Casa de Serralves. Neste projeto participaram as marcas Alcino Silversmith, Bruno da Rocha, Eleuterio, Liliana Guerreiro, Luísa Rosas e Monseo. A coleção, denominada Portuguese Jewellery Serralves Special Edition, está à venda na loja do Museu de Serralves até fevereiro de 2018 e em pontos de venda selecionados em todo o país.

“Esta iniciativa é, acima de tudo, uma mostra da nova estética da joalharia portuguesa contemporânea e da forma como esta tem evoluído sem perder a autenticidade da tradição e das técnicas artesanais que a distinguem em todo o mundo”, explica Ana Freitas, presidente da AORP.

Às seis marcas de joalharia convidadas, foi lançado o desafio de olhar para o património de Serralves e reinterpretá-lo. Cada marca inspirou-se em diferentes pormenores para criar peças e coleções únicas. Alcino Silversmith, uma das mais antigas oficinas de prata em Portugal, inspirou-se nos jardins; Bruno Rocha olhou para a janela do Museu; para a Eleutério, especialista em filigrana, o ponto de partida foi o leque egípcio que faz parte do portão da Casa de Serralves, criado por Edgar Brandt; Liliana Guerreiro baseou-se nos pormenores das caixilharias; Luisa Rosas partiu do desenho de um puxador de porta que liga a Casa de Serralves ao Jardim; Monseo olhou para os elementos decorativos do interior da Casa, tendo partido de uma consola desenhada por Émile-Jacques Ruhlmann.

Mais do que comercial, este projeto é também cultural e vai ser apresentado em feiras e exposições em Paris, Hong Kong e Nova Iorque. Na loja do Museu de Serralves estará até fevereiro de 2018.

Enviar notícia para o e-mail:


Pedido de Imagens

Subscrever Newsletter