close

LUÍS SEQUEIRA: UM LUSODESCENDENTE NOMEADO PARA O ÓSCAR DE MELHOR GUARDA-ROUPA
25 Janeiro 2018

Luís Sequeira, lusodescendente radicado em Toronto, no Canadá, está nomeado para o óscar de melhor guarda-roupa com o filme “A Forma da Água” (The Shape of Water), do realizador mexicano Guillermo del Toro. O filme é um dos favoritos na corrida aos prémios da Academia, tendo conseguido 13 nomeações, incluindo Melhor Filme, Melhor Realização, Melhor Atriz, Ator Secundário, Atriz Secundária e Melhor Guarda-Roupa. 

A família de Luís Sequeira é proveniente da zona de Aveiro e emigrou para o Canadá. A sua mãe fazia vestidos de noiva em Portugal e foi a sua grande inspiração. Luís Sequeira trabalhou seis anos em moda e mudou-se posteriormente para a área do cinema e entretenimento. Foi assistente de guarda-roupa em filmes como Mean Girls (Giras e Terríveis, 1994) e Cinderella Man (2005), e trabalhou em vários programas de televisão.

"Eu era um jovem designer, trabalhei em conjunto com uma fábrica e fiz minha própria linha. Depois, deixei isso e entrei no cinema e comecei como estagiário", explicou Luís Sequeira numa entrevista recente. "Todo esse percurso, de trabalhar de baixo para cima em todos os trabalhos do departamento, foi muito importante. Mesmo depois de fazer muitos projetos, ajudei outros grandes designers e devo dizer que essas experiências permitiram-me ver os processos criativos de outras pessoas e experimentar outras realidades, o que fez de mim um designer melhor." 

Luís Sequeira trabalhou pela primeira vez com o realizador Guillermo Del Toro na série “The Strain”. "Eu estava a trabalhar com o Guillermo numa série [The Strain] e ele mencionou que queria fazer este filme, que ia ser a preto e branco e passava-se nos anos 60. Fiquei muito entusiasmado e comecei a fazer estudos a cor e a preto e branco", explicou o designer.

Luís Sequeira revelou ao site Deadline que se inspirou no período da Guerra Fria para criar o guarda-roupa do filme. Visitou fábricas em Nova Iorque, Filadélfia, Los Angeles, Montreal, Toronto e arredores, “para arranjar peças vintage”. “Foi aí que a génese do look do filme começou. Fui buscar coisas à minha seção de lãs e algodão e comecei a preparar uma paleta de tecidos para cada personagem”.

 

Enviar notícia para o e-mail:


Pedido de Imagens

Subscrever Newsletter