close

ALEXANDRA MOURA | SS 19
powered by Portugal Fashion



HEIRLOOM

Com “Heirloom” reforçam-se as heranças de uma infância cheia de referências, da menina da cidade que vai de férias para a casa da avó na Aldeia.

A coleção Alexandra Moura para a próxima primavera/verão reforça a história da designer na sua infância, um recordar das férias na aldeia em Trás-os-Montes, junto à fronteira - Vila Verde da Raia. Lembranças da casa da Avó Amélia e do Avô Delfim, a magia das divisões imaculadas, limpas e bem arranjadas, sempre à espera que alguma visita surgisse, as vestes para o dia da Festa da Aldeia e a sua procissão num domingo claro. O encontro de contrastes na vida da Designer enquanto menina da cidade que exaltava de alegria em ir para a aldeia.

É também daqui que muitas das suas lembranças vêm, lembranças ao nível sensitivo, os cheiros, os paladares, a ida à taberna beber o sumo com gosto a carica que tanto a deliciava, o sabor do milho, o cheiro do sabonete das mãos, o aroma do café etc… 

Para o desenvolvimento dos padrões, as lembranças de quadros florais a remeter ao Impressionismo que povoavam as paredes da sala. Também serviram de fortes alicerces para o desenvolvimento destes grafismos e da própria coleção, a diversidade de pratos florais pintados à mão, onde uns mais elegantes se misturam com outros mais kitsch, as jarras que acolhiam orgulhosamente as flores em tecido e plástico com cores vibrantes, a mistura das carpetes com os brocados florais dos sofás, a colcha de cetim da cama que contrasta com os folhos e os laços dos cortinados fazendo do quarto uma divisão santa e íntima. 

Um outro ponto do conceito são as referências às roupas dos avós, que como pessoas do campo se enfeitavam para o domingo ou para comemorar a festa da Aldeia com os anjos a desfilar na procissão ao redor do Andor.

Os materiais presentes são o tule delicado com bordado apelidado de “Resplendor”, jacquard floral, denim e algodão estabelecendo assim uma ponte entre o clássico e o contemporâneo. 

O uso na coleção do tweed em tons retro, e da viscose floral num preto total, revela uma conexão intimista entre a designer e os avós que lhe trazem como recordação as peças nestes materiais. 

Relativamente às formas e detalhes das peças, o passado e o presente, a cidade e o campo, são representados em “colagem” lado a lado. Influências de uma vertente clássica e tradicional em contraposto com a relação entre peças oversized/sportswear feeling das roupas de quem vem da cidade. 

Finalmente, inspirada no sucesso das últimas estações, Alexandra Moura reintroduz os trench-coats e vestidos oversized e colabora, pela quarta vez, com a marca portuguesa Duffy Sport, no desenvolvimento de Puffer Jackets e acessórios. Outra nova parceria surge nesta coleção, com a marca Portuguesa de calçado com a EXCEED Shoe Thinkers, onde se reforçam os conceitos do sport e do tradicional exemplarmente bem confecionado em unissexo.

“Heirloom” é isto tudo, a herança e as sementes que todos trazemos dentro de nós.


Pedido de Imagens

Concordo com a Polí­tica de Privacidade